Branda de Santo António

Brandas

Durante a Idade Média, na região do Alto Minho a economia agro-pecuária desenvolveu-se, ganhando as práticas nómadas uma forte expressão. Surgiram assim as brandas ou inverneiras, existindo ainda hoje vários exemplos deste tipo de povoados abertos em locais altos, normalmente com altitudes superiores a 500 metros. A Branda de Santo António de Vale de Poldros, que pode descobrir na freguesia de Riba de Mouro, é um destes exemplos, tendo origens remotas, provavelmente na Idade Média. Localizado a meia encosta, a cerca de mil metros de altitude, esta branda ergue-se sobranceira ao rio Vez. Aqui poderá obter fantásticas panorâmicas sobre toda a região! Aventure-se por esta área agrícola sazonal, inserida numa ambiência de grande beleza natural, onde encontrará um enorme número de cardenhas – que mais não são do que construções rudimentares feitas totalmente em granito e xisto. É aqui que, nos meses de Verão, vivem os pastores e os agricultores. Se vier nesta altura, poderá vê-los a aproveitar os pastos da Serra da Peneda. Pela noite, dirigem-se às cardenhas, sendo o piso inferior destinado ao gado e o superior à habitação. Actualmente, junto a estas cardenhas podemos também encontrar algumas moradias de veraneio, que foram aparecendo ao longo dos anos. Não deixe de conhecer a Branda de Santo António de Vale de Poldros, a mais importante e melhor preservada das brandas da Serra da Peneda!
Contactos

Monção (Viana do Castelo)

41,999984, -8,296313