Baluarte do Socorro / Portas da Gaviarra

Fortes, Castelos e Muralhas

Caminhar pelo Baluarte do Socorro oferece um duplo encantamento: por um lado, brinda-o com fantásticas panorâmicas sobre o rio Minho e a cidade e, por outro, fá-lo sentir-se parte da história de Valença. Situado no extremo norte da Praça-Forte, no ponto mais alto da colina, sobranceira à margem esquerda do rio Minho, mesmo em frente a Tui, oferece soberbas vistas sobre um grande troço do rio, cortado pela ponte internacional e, do outro lado, sobre a verdejante paisagem espanhola. Vagueie um pouco, passando pelos canhões que defendiam a vila, imagine ser um guerreiro que, à frente de um canhão, defendia a coroa portuguesa. Passe pela conhecida Porta de Dom Afonso, localizada na zona inferior do Baluarte do Socorro, principal entrada na fortaleza, dando acesso à zona ribeirinha e ao barco que fazia a travessia do rio Minho, esta era vista como uma entrada triunfal. Nesta Porta de Dom Afonso, a poente, datada do século XIII, note-se na chave do arco gótico as Armas de Portugal, sem a orla dos castelos. Outro pormenor que espicaça a imaginação é a presença de um torreão quadrangular junto à porta. Servia para defender a fortaleza em caso de ataque. Quando os inimigos passavam pelo túnel de acesso ao forte, eram surpreendidos por um cruel banho de azeite a ferver lançado pelos locais através do torreão. Suponha que se encontra em plena Idade Média a visitar todos estes locais de interesse, saindo pela Porta da Gaviarra, em direcção à zona ribeirinha, partindo no barco que fazia a travessia do rio Minho. Não ficou com vontade de fazer mesmo um passeio pelo rio?
Contactos

Valença (Viana do Castelo)

42,03324, -8,6449889