Lenda da Coca de Monção


LETRA   |   CORO   |   CANÇÃO

Letra: Augusto "Canário"

Música: Telmo Marques


Anualmente, durante os festejos do Corpo de Deus, celebra-se em Monção o épico combate travado entre S. Jorge e o Dragão, aqui designado como Coca. Na mítica história, a Coca procura escapar à perseguição que lhe é movida pelo heroico S. Jorge. Este, acaba por vencer o Dragão a golpes de lança e espada. Inicialmente, começa por arrancar à Coca os seus brincos, que detêm a sua força anímica e fonte de poder. No final da contenda, esta figura diabólica é vencida,  quando o S. Jorge a consegue ferir mortalmente, introduzindo-lhe a lança ou a espada na garganta.

Esta é uma de muitas tradições populares que representam a supremacia do Bem sobre o Mal, tendo neste caso contornos particulares, por se encontrar intimamente ligada à temática da luta pela soberania e afirmação nacional de Portugal e à guerra da independência, bem presente no imaginário desta terra raiana – Monção.

O culto a S. Jorge tem a sua origem ancestral na tradição Síria, na qual é dado como um valente soldado na Palestina que foi feito mártir por ter revelado a sua fé cristã.