Domingo 23 de Julho, 2017
pesquisa
#
#
Seja bem-vindo
Fique a conhecer melhor o Alto Minho e os dez concelhos que compõem este espaço territorial: Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte do Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira. Veja ainda as notícias, curiosidades, rotas turísticas, guias, informação de apoio empresarial e muito mais sobre esta região do Noroeste português.
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Geminações

Aveiro (Portugal): protocolo de 1 de Maio de 1910

Riom (França): protocolo de 26 de Setembro de 1982

O município de Riom está integrado na região francesa de Auvergne, no distrito de Puy-de-Dôme. Este é um concelho bastante industrializado, sendo as principais indústrias as de manufactura de tabaco, construção civil, farmacêutica, entre outras. O topónimo "Riom" teve a sua origem no termo celta "Ricomagnum" que significa "mercado rico", o que revela que Riom teria sido, na altura de atribuição do topónimo, um importante centro económico. Para além da toponímia, outros indícios revelam a antiguidade do povoamento do território a que corresponde o actual concelho de Riom, como é o caso de várias pedras polidas e objectos em silex, encontrados em escavações.

Cacheu (Guiné Bissau): protocolo de 21 de Novembro de 1988

O concelho de Cacheu está situado ao longo da margem esquerda do rio do mesmo nome, na Guiné-Bissau. Cacheu foi a primeira feitoria estabelecida pelos navegadores portugueses no século XVI, entre os rios Casamausa e o rio Grande, sendo o seu primeiro capitão-mor António Barros Bezerra. A 19 de Maio de 1676, foi criada a Companhia de Cacheu que tinha o exclusivo da navegação de Cabo Verde para Guiné, pelo prazo de 6 anos, impulsionando principalmente o comércio de escravos. Tal medida viria a ser reforçada com a criação, por alvará de 3 de Janeiro de 1690, da Companhia de Cacheu e Cabo Verde.
Em 1810, o Tratado de Aliança e Amizade entre D. João I e Jorge III, rei da Grã-Bretanha, previa nos Artigos Secretos que fosse abolido todo o comércio e tráfico de escravos nos estabelecimentos de Bissau e Cacheu. Previa também que através deste acordo, a Grã-Bretanha ficasse em posse destas duas cidades e em troca, Portugal beneficiaria da ajuda desse país para a reconquista dos territórios de Olivença e Jerumenha. A 24 de Setembro de 1973 a República de Guiné-Bissau proclamou a sua independência que só foi reconhecida 10 de Setembro de 1974.

Ziguinchor (Senegal): protocolo de 08 de Julho de 1989

A cidade de Ziguinchor foi fundada pelos portugueses no século XVII, na margem sul do rio Casamansa. O seu nome deriva da expressão portuguesa "Cheguei e choram”, porque os nativos pensaram que os vinham escravizar.
Esta feitoria fora aí sedeada para incentivar o comércio com o reino de Casamansa que era um dos mais fortes aliados dos portugueses, ao longo da costa da Guiné. O progressivo desinteresse dos governantes de Portugal por África, preocupados em explorar a Índia e o Brasil, deixou esta zona abandonada e a feitoria acabou por ficar praticamente deserta.
Actualmente Zuiguinchor é a capital da província senegalesa Casamansa, que luta pela independência do Norte.

Lancaster (Reino Unido): protocolo de 17 de Julho de 1989

Localizada no centro do Reino Unido, a cidade de Lancaster é banhada pelo rio Lune, fazendo fronteira com Morecambe e com a floresta de Bowland.
O primitivo povoamento de Lancaster foi feito pelos romanos que aqui construíram um forte defensivo, seguindo-lhes os anglo-saxónicos que construíram uma igreja sob as ruínas do castelo romano. No período da ocupação normanda, Lancaster era a cabeça da honra de Lancashire, tendo sido também por essa altura criado o priorado de Lancaster, integrado na abadia de Seez.
Por carta régia de 1193, Lancaster recebeu a categoria de burgo mercantil, contudo, só no reinado de Jorge VI, em 1937, foi elevada a cidade. A construção naval, foi outrora uma das principais actividades do concelho, no entanto, hoje em dia isso já não se verifica, sendo que grande parte da população se dedica ao comércio e aos serviços. Lancaster é também conhecida pela sua universidade, fundada em 1960, sendo actualmente um dos maiores centros empregadores de Lancaster.

Lugo (Galiza-Espanha): protocolo de 18 de Agosto de 1990

Cidade e capital da província com o mesmo nome, Lugo encontra-se situada na margem esquerda do rio Minho. O primitivo povoamento de Lugo é atribuído aos celtas, supondo-se que o topónimo seria um derivado de "Dios Lugo". Uma outra hipótese remete a origem do topónimo para a ocupação romana, dado Lugo ter sido o centro da importante cidade "Lucus Augusti".

Itajaí (Brasil): protocolo de 18 de Julho de 1995

Situado no litoral norte de Santa Catarina, na foz do rio Itajaí, o município de Itajaí tem uma área de 226 km2, confrontando a norte com o município de Navegantes, a sul com os de Camboriú e Balneário Camboriú, a oeste com Ilhota, Brusque e Gaspar e a leste com o oceano Atlântico. A bacia hidrográfica do rio Itajaí está situada no domínio da Mata Atlântica, que constitui o principal divisor entre os rios Itajaí-Açu e Itajaí Mirim.
A economia de Itajaí é sustentada pelas actividades portuárias e pela pesca.

Porto Seguro (Brasil): protocolo de 14 de Janeiro de 1997

Ribeira Grande (Cabo Verde): protocolo de 24 de Junho de 1998

Hendaye (França): protocolo de 13 de Setembro de 1998

Município fronteiriço de Espanha, Hendaye está integrado na província de Le Labourd, fazendo fronteira com Irum, Fontarrabie e Consórcio. O topónimo surgiu da combinação de duas palavras bascas: "Handi" que significa "grande" e "Baya" que significa "baía", tratando-se de uma alusão às suas características geográficas.

Igarassu (Brasil-Pernambuco): protocolo de 21 de Agosto de 2003

Cabedelo (Brasil): protocolo de 22 de Setembro de 2003

Matola (Moçambique): protocolo de 15 de Junho de 2006

Alagoas (Brasil): protocolo de 7 de Agosto de 2006

Viana (Brasil-Maranhão): protocolo de 23 de Outubro de 2007