Quarta-feira 28 de Junho, 2017
pesquisa
#
#
Seja bem-vindo
Fique a conhecer melhor o Alto Minho e os dez concelhos que compõem este espaço territorial: Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte do Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira. Veja ainda as notícias, curiosidades, rotas turísticas, guias, informação de apoio empresarial e muito mais sobre esta região do Noroeste português.
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Heráldica

De acordo com a Portaria n.º 7:180/31 de 17 de Setembro os símbolos heráldicos do concelho de Viana do Castelo são:

  • Brasão: de vermelho com um galeão de negro, aparelhado do mesmo e ornado de ouro, vestido de prata, tendo no pano redondo do mastro real as quinas antigas de Portugal e vogando num mar ondeado de prata e de verde. Ancora de ouro. Em chefe, cosido de azul, um castelo de ouro, aberto e iluminado de negro. Coroa mural de prata de cinco torres.
  • Bandeira: com um metro por lado, quarteada de amarelo e de negro. Cordões e borlas de ouro e de negro. Fita branca com letras pretas. Lança e haste de ouro.

 

Significado da simbologia:

  • Galeão negro - O galeão ou nau grossa corresponde às tradições marítimas da cidade de Viana. O esmalte negro utiliza-se aqui para desenhar os contornos e os pormenores do motivo. Pode simbolizar a honestidade, a cortesia, os momentos solenes, mas também o luto, a morte e o sofrimento resultante dos naufrágios e das lutas.
  • Quinas - O núcleo mais antigo das armas de Portugal é constituído pelas cinco quinas, que remontam às origens, tendo sido usadas por D. Afonso Henriques. Segundo as mais usuais interpretações, representam as cinco chagas de Cristo e estão relacionadas com a motivação cristã da nossa reconquista, designadamente com a batalha de Ourique. Figuram nos brasões das mais antigas cidades e vilas realengas, isto é, directamente dependentes da coroa régia, como é o caso de Viana do Castelo. Nas armas de Viana do Castelo, as cinco quinas representam, por conseguinte, as raízes cristãs da nossa cultura e a estreita ligação da história de Viana à história de Portugal.
  • Âncora de ouro - A âncora é um adereço necessário do galeão. A sua função é a de fixar e dar estabilidade, sobretudo em momentos de perigo. Simboliza a firmeza e a esperança.
  • Castelo de ouro - O castelo de ouro simboliza o heroísmo e o patriotismo dos vianenses.