Quinta-feira 17 de Agosto, 2017
pesquisa
#
#
Seja bem-vindo
Fique a conhecer melhor o Alto Minho e os dez concelhos que compõem este espaço territorial: Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte do Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira. Veja ainda as notícias, curiosidades, rotas turísticas, guias, informação de apoio empresarial e muito mais sobre esta região do Noroeste português.
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Geminações

Geminação de Valença – Downpatrick (Irlanda do Norte)


Esta geminação terá várias áreas de atuação mas centra-se, sobretudo, nos jovens estudantes valencianos que passarão, assim, a contar com a oportunidade de intercâmbios com a cidade de Downpatrick, na Irlanda do Norte e do aprofundamento dos conhecimentos da língua inglesa. A educação, a formação profissional e a cultura são as grandes linhas desta nova parceria internacional de Valença. A educação é a base deste projeto de intercâmbio que envolve a Escola Superior de Ciências Empresariais de Valença, o Agrupamento Muralhas do Minho, o polo de Valença da ETAP, a Câmara Municipal de Valença, bem como várias entidades e escolas do ensino básico, secundário e superior de Downpatrick. Este projeto de intercâmbio surge na sequência da introdução do ensino do inglês nas escolas do 1º ciclo e apresenta-se, para a autarquia valenciana, com uma excelente oportunidade de aprofundar os conhecimentos e competências da língua inglesa para os jovens estudantes valencianos. Em preparação estão um conjunto de atividades de que se destaca a presença de alunos valencianos na Irlanda do Norte, para a aprendizagem do inglês bem como de alunos de Downpatrick em Valença para o conhecimento do português. A formação profissional e os intercâmbios culturais são áreas que serão exploradas, também, pelo grupo de trabalho do comité de geminação.


A cidade parceira de Valença na Irlanda do Norte é Downpatrick, uma povoação, também, histórica a que está associada a figura de Saint Patrick, santo padroeiro da Irlanda. A simbologia e as semelhanças dos feitos entre São Teotónio, primeiro santo português nascido em Valença e Saint Patrick foi, também, um dos grandes motivos que levou a Câmara Municipal de Valença a lançar a intenção de uma profícua geminação com esta cidade irlandesa.

Geminação Valença / Tui


O Presidente da Câmara de Valença, Jorge Mendes e o Alcalde de Tui, António Rocha vão assinaram um protocolo de geminação em 25 de março, na Alfândega Cultural. O ato contou com a presença do Presidente da Junta da Galiza, Alberto Núñez Feijóo e várias entidades portuguesas e espanholas. O ato decorreu no âmbito das comemorações dos 125 anos da Ponte Internacional Valença / Tui e foi marcado, ainda, pelo descerramento de uma lápide na ponte. O estabelecimento de laços de geminação entre as duas cidades, decorre da existência de características semelhantes e de pontos e referências históricas comuns. Uma intenção que procura, ainda, aprofundar e institucionalizar as relações de amizade, solidariedade e intercâmbio, estabelecendo mecanismos protocolares, essencialmente aos níveis económico, social e cultural. A geminação é mais um passo para o avanço do projeto euro-cidade e para a institucionalização de um trabalho comum que, neste momento, é transversal a várias áreas da atividade municipal e da sociedade, segundo o Presidente da Câmara, Jorge Salgueiro Mendes. Concretizar o projeto de euro-cidade é uma mais-valia para Valença e Tui, mas, também, para todo o Noroeste Peninsular e um exemplo de cooperação para a Europa, no âmbito do espírito de cidadania europeia, segundo Jorge Salgueiro Mendes. Os núcleos urbanos de Valença e Tui são contíguos, separados pelo Rio Minho, mas unidos por duas pontes internacionais. As relações económicas, culturais e desportivas são intensas, com vários equipamentos e serviços de uso comum, como por exemplo a Piscina Municipal de Valença e o Teatro Municipal de Tui.   Entre Valença e Tui são séculos de história que ligam estes dois povos, unidos por anseios e objetivos comuns e por ancestrais laços de amizade e cooperação, que se solidificaram com a inauguração da Ponte Internacional no ano de 1886. Há, também, uma comprovada vontade, de ambas as partes, de colaborar solidariamente para o bem-estar dos seus cidadãos e o desenvolvimento das relações mútuas, pelo que a institucionalização das relações bilaterais é um objetivo desejado por todos.