Quarta-feira 28 de Junho, 2017
pesquisa
#
#
Seja bem-vindo
Fique a conhecer melhor o Alto Minho e os dez concelhos que compõem este espaço territorial: Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte do Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira. Veja ainda as notícias, curiosidades, rotas turísticas, guias, informação de apoio empresarial e muito mais sobre esta região do Noroeste português.
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Vinho Verde

A longa tradição vinícola do Alto Minho e a sua apetência para produzir vinho verde de qualidade assume uma parcela cada vez mais significativa na produção vinícola nacional, com particular destaque para:

  • A casta Alvarinho, considerada a embaixadora das castas autóctones da Península Ibérica e com tradição secular e carismática no território de Monção e Melgaço. Protegida por fragas e serranias, esta sub-região tem características ímpares em termos de clima e morfologia e composição química do solo, associadas a um acumular de experiencias e saberes das gentes desta terra, para o cultivo e maturação desta uva única e genuína.
  • A casta Loureiro, com particular expressão no Vale do Lima, tem vindo a ganhar igual notoriedade no Alto Minho, sendo considerada como uma das melhores castas, com maior potencial para produzir brancos de altíssima qualidade, por críticos nacionais e estrangeiros.
  • A casta Vinhão, oriunda da zona do Minho, é a casta tinta mais cultivada na região do Alto Minho. Nos últimos tempos a sua qualidade tem vindo a ser reconhecida, pelos progressos verificados com a redução significativa da acidez no vinho, sendo este apontado como o parceiro ideal para algumas referências da comida autóctone.

O Alto Minho integra a Rota dos Vinhos Verdes (http://rota.vinhoverde.pt) e a Rota do Alvarinho (www.rotadoalvarinho.pt). Estas rotas são uma forma de conhecer esta região do Noroeste de Portugal, através do vinho e da sua cultura. Quintas, adegas, restaurantes, unidades de alojamento e empresas de animação turística, ligaram-se para oferecer múltiplas atividades e itinerários que tornam a estada nesta região uma experiência única e memorável, num destino de vinho por excelência.


Sabia que… A qualidade dos vinhos verdes da região tem sido reconhecida internacionalmente com muitos prémios, alguns de valor relevante no mundo dos vinhos:

  • O vinho verde Solar de Merufe foi premiado com a medalha de prata na categoria de vinho branco, pela International Wine Challenge Catavinum 2012, em Espanha.
  • O vinho Terra Antiga da Quinta de Melgaço foi distinguido no “February’s Top 10 Under $10” da Wine Enthusiastic, nos EUA.
  • O Soalheiro Alvarinho Primeiras Vinhas 2010, produzido em Melgaço, foi eleito o melhor vinho português na categoria de vinhos brancos, pela “Essência do Vinho 2012”.
  • Os Vinhos Afros produzidos nos concelhos de Arcos de Valdevez e Ponte de Lima, segundo práticas de agricultura biológica, estão presentes em muitos países e a sua qualidade foi reconhecida através da receção de diversos prémios: medalha de bronze obtida por toda a gama de vinhos Afros da colheita 2007 (Loureiro, Escolha e Vinhão), no concurso ‘Decanter WWA’, em 2008; e a distinção ao Loureiro Afros 2009 que consta da lista dos ’50 Great Portugueses Wines’, uma iniciativa da Viniportugal. Ainda, Jancis Robinson, crítica de vinhos do jornal "Financial Times", elegeu o verde tinto Afros Vinhão 2009 como uma das suas escolhas para o verão de 2010.
  • Os vinhos Adega de Monção 2011 e Quinta de Soalheiro 2010 fazem parte das escolhas de Julia Harding, Master of Wine responsável pela oitava edição dos ’50 Great Portugueses Wines’.
  • O Deu La Deu Vinho Verde Alvarinho de 2010 produzido pela Adega Cooperativa de Monção, venceu na categoria de casta única a mais de 10 libras, na competição mundial promovida anualmente em Londres, pela revista Decanter, uma das mais reputadas publicações especializadas.”
  • O Muros de Melgaço Vinho Verde Alvarinho branco 2010 e o Muros Antigos Vinho Verde Loureiro branco 2010 receberam a distinção de “Melhores de Portugal” em 2011, pela Revista de Vinhos.


Contatos:
Adega Cooperativa de Ponte de Lima
Rua Conde de Bertiandos
4990-078 Ponte de Lima
T(+351) 258 909 700
F (+351) 258 909 709
E geral@adegapontelima.pt

Adega Cooperativa Regional de Monção
Cruzes - Macedo
4950-279 Monção
T (+351) 251 652 167
F (+351) 251 651 108
E adegademoncao@mail.telepac.pt

Adega Cooperativa de Ponte da Barca
Agrelos | 4980-601 Ponte da Barca
T (+351) 258 480 220
F (+351) 258 480 229
E geral@adegapontedabarca.pt
S www.adegapontedabarca.pt

CVRVV - Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes
Rua da Restauração, 318
4050-501 Porto
T (+351) 226 077 300
F (+351) 226 077 320
E info@vinhoverde.pt
S www.vinhoverde.pt

Cooperativa Polivalente de Desenvolvimento Rural, CRL - VALDELIMA
Parque Empresarial, Lt. 24 - Paçô
4970-249 Arcos de Valdevez
T (+351) 258 480 280
F (+351) 258 480 289
E geral@valdelima.pt

Adega Quintas de Melgaço - Agricultura e Turismo
Ferreiros de Cima - Alvaredo
Melgaço
Tel: (+351) 251 410 020
Fax: (+351) 251 410 029

PROVAM - Produtores de Vinhos Alvarinho de Monção
Cabo – Barbeita
4950 – 045 Monção
T (+351) 251 534 207
F (+351) 251 534 148
E www.provam.com