Domingo 22 de Outubro, 2017
pesquisa
#
#
Seja bem-vindo
Fique a conhecer melhor o Alto Minho e os dez concelhos que compõem este espaço territorial: Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte do Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira. Veja ainda as notícias, curiosidades, rotas turísticas, guias, informação de apoio empresarial e muito mais sobre esta região do Noroeste português.
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Arcos de Valdevez

O concelho de Arcos de Valdevez fica situado no interior do Alto Minho, no distrito de Viana do Castelo, confrontando a poente com os concelhos de Ponte de Lima e Paredes de Coura e a norte com os de Monção e Melgaço. A sul, o concelho é limitado pelo rio Lima que o separa de Ponte da Barca. De realçar ainda a fronteira com Espanha a este e a proximidade dos centros urbanos do Porto, Braga, Viana do Castelo e Vigo, o que lhe confere uma localização geográfica privilegiada.
Constituindo um dos maiores municípios do país, com uma área de 447.6 km², o concelho de Arcos de Valdevez possui uma população de 24.761 habitantes e abrange na sua área administrativa 51 freguesias: Aboim das Choças, Aguiã, Álvora, Arcos de Valdevez (Salvador), Arcos de Valdevez (S. Paio), Ázere, Cabana Maior, Cabreiro, Carralcova, Cendufe, Couto, Eiras, Ermelo, Extremo, Gavieira, Giela, Gondoriz, Grade, Guilhadeses, Jolda (Madalena), Jolda (S. Paio), Loureda, Mei, Miranda, Monte Redondo, Oliveira, Paçô, Padreiro (Salvador), Padreiro (Santa Cristina), Padroso, Parada, Portela, Prozelo, Rio Cabrão, Rio Frio, Rio de Moinhos, Sá, Sabadim, Santar, S. Cosme e S. Damião, S. Jorge, Senharei, Sistelo, Soajo, Souto, Tabaçó, Távora (Santa Maria), Távora (S. Vicente), Vale, Vila Fonche e Vilela, integrando-se em grande parte no sistema montanhoso da Peneda-Gerês. É atravessado pelo rio Vez que lhe dá o nome e que constitui o principal recurso hídrico da região.
O concelho caracteriza-se por três unidades morfológicas fundamentais: a depressão fluvial do rio Vez e secção do rio Lima, onde o primeiro conflui; a área montanhosa integrada nas serras da Peneda-Gerês; e a área acidentada, a oeste, que se estende para leste. O vale do Vez, atravessando o território municipal de norte a sul e deixando para leste e oeste zonas montanhosas, constitui uma unidade peculiar, já que nele se concentra a maior parte da população e da atividade do concelho e coincide com o principal eixo de circulação, a EN 101 que liga Braga a Monção. A construção da A27 alterou de forma significativa as acessibilidades a Arcos de Valdevez, permitindo de uma forma rápida e cómoda chegar aos principais centros regionais, o que contribui para que as acessibilidades deixem de ser um fator condicionante do desenvolvimento do concelho.

Economia

História

Heráldica

Feriado Municipal

Festas, Feiras e Romarias

Geminações

Património